Ryan Kennedy, da Mintpal, é Acusado de Fraude e Lavagem de Dinheiro

Em outubro de 2014, a maior exchange de altcoins, no momento, havia sido fechada. Milhares de usuários viram suas criptomoedas desaparecer, e quase nenhum dinheiro foi recuperado. O principal culpado é Ryan Kennedy. Depois que o MintPal desapareceu, Kennedy pode ter roubado mais de 3.700 Bitcoins de seus clientes.

A história da MintPal é salpicada de escândalos e contratempos. A empresa já havia perdido milhares de moedas em um “hack” no início desse ano. Demorou vários meses para relançar a plataforma de negociação com sucesso.

Veja também: Invista em Mineração de Bitcoins com a HashFlare

Nos bastidores, Ryan Kennedy comprou uma participação de 35% da Mintpal através da sua empresa Moolah. Este acordo também viu Moolah assumir o controle total das operações do dia-a-dia da exchange. Era uma bandeira vermelha para alguns usuários, mas muitas pessoas o ignoravam.

Veja também: Quer comprar e vender Bitcoins? A Binance já está aceitando brasileiros!

Uma vez que a plataforma abriu suas portas novamente em outubro, demorou apenas uma semana antes de ser fechada novamente.

Moolah declarou falência – o que, em última análise, não é surpreendente – e todos os bitcoins da Mintpal foram roubados por um “hacker”. Sabemos agora que o “hacker” era Ryan Kennedy, que até então se pasava pelo nome de Alex Green.

Mas a investigação descobriu que Kennedy estava vendendo as moedas roubada através da plataforma LocalBitcoins.

Leia Também: Sequestradores pedem resgate em criptomoedas no Brasil

Por sorte, não demorou muito para que Ryan Kennedy fosse preso pela polícia do Reino Unido. Ele e seu “parceiro” Chelsea Hopkins estavam sob custódia até o início de 2015. Muitos assumiram que todo o incidente seria corrigido e os usuários afetados receberiam seu dinheiro de volta. Infelizmente, isso nunca aconteceu e nenhum desenvolvimento sobre este caso surgiu até o final da semana passada. As pessoas quase se esqueceram de todo o debate da Mintpal.

De acordo com a polícia local, Ryan Kennedy foi oficialmente acusado de fraude e lavagem de dinheiro. Kennedy está programado para comparecer no Bristol Magistrates Court dia 5 de julho.

Será interessante ver como este processo judicial será executado. Levou-se um total de três anos para construir um caso e coletar evidências sólidas das atividades de lavagem de dinheiro de Kennedy. Os Bitcoins roubado de Kennedy valiam mais de 1 milhão de libras esterlinas, e apoiou seu estilo de vida pródigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.